sexta-feira, 4 de novembro de 2011

Poesias para Crianças - Família!

Um + Um = Dois

Nesta vida todo mundo
Quer ter Felicidade
De sentir amor profundo,
De achar a cara-metade.

A mocinha se perfuma,
Moço faz musculação.
Meninada se arruma
Pra flechar um coração


Sorte Grande

Amor à primeira vista
Não acontece todo dia.
Até moça bem bonita
Fica mesmo pra titia.

Mas isso não faz mal
Não tem nada de errado.
Bem melhor estar sozinho
Do que mal-acompanhado.


Tum! Tum! Tum! Tum!

Quando a coisa acontece
De um jeito natural,
O coração se aquece
E parece até mingau!

Tum! Tum! Tum! Bate que bate!
E aí começa a paquera.
Você quer um chocolate?
Já chegou a primavera?


Sim, Aceito! Já etá feito!

Papo vem, papo vai...
Logo viram namorados.
Uma mãe e um papai
Já estão encomendados!

Primeiro o casamento,
Depois tem lua-de-mel.
Ela muda o documento,
Puxa um anjo lá do céu.


Um+ Um = Dois  TRÊS!

Como é que vai chamar?
É menino ou menina?
Alegria para o lar,
Tão querida e pequenina.

Nove meses logo passam
E o cunhado vira tio.
A mãe deles vira avó...
Nossa família surgiu!


Tio da nora, Avô do primo...

Muitos nomes diferentes
Para a gente decorar.
Genro, nora, mil parentes!
Acho bom até anotar!

Cunhado é irmão do marido,
Também pode ser da mulher.
Se você tiver esquecido,
Fale o nome que quiser.


Dose Dupla

Sogra e sogro são os pais
De quem casa com a gente.
Com essa dupla é bom ter paz
Pra viver sempre contente.

Nora e genro, o contrário
Do que eu acabei de falar.
Você pode ter um dia,
Se algum filho seu casar.



De mal, De bem...

A família é como árvore
Que nasce de uma semente.
Ela cresce e se espalha
Pelo coração da gente.

Os irmãos às vezes brigam,
Pai e mãe se desentendem.
Mas depois todos se ligam:
Das ofensas se arrependem.


Agitando o Coração

Se você quer ficar bem
Na casa onde mora,
Pense nos outros também,
Mas faça isso agora!

Todos cuidam uns dos outros
Mesmo tendo discussão.
O irmão quer videogame,
A irmã, televisão.

O que importa sua vontade
Se alguém vai ficar triste?
Pense bem e de verdade:
Pra que uma família existe?

Ela existe pra mostrar
Pra gente uma lição.
Um sozinho é muito pouco.
Ninguém quer a solidão.

Ela existe pra ensinar,
É um tipo de treinamento...
O amor exercitar
E espalhar o sentimento.


Ai, Ai!

Em briguinha de irmãos
Quem é vivo não se mete!
Entre as duas situações
Qual detalhe se repete?

Resposta: O quadro

Coleção Poesia para Crianças - Família 
Evelyn Heine / Ângela Finzetto


Linda Sexta Feira a todOos!
\0/

3 comentários:

Ana Narvaz disse...

Que lindos poeminhas! Adorei o " Sim, Aceito! Já e tá feito!
Um amor!

Pedagoga Jóice Nunes disse...

Muito fofis né... É um livrinho da Ya, AmOoO tb! ;)

maria de lourdes Xavier disse...

Uma graça! Amei! Meus alunos vão declamar.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...